segunda-feira, 14 de agosto de 2017

#ClaireIsSpeaking Claustrofobia



Hey, sweeties. Como vão? Podem não acreditar, mas eu tinha a séria intenção de publicar na sexta passada, dia 11, mas descuidei-me e o final já sabem, certo? Pensei com os meus botões e não vale a pena saturar-me e obrigar-me a publicar à pressa, sem sentimento. Os posts podem ser escritos antes mas terão a programação à 2ª, 4ª ou 6ª feira.
Hoje quero falar de uma coisa que descobri sem querer, uma coisa que pensei que fosse um sentimento anormal: Claustrofobia.


ClaustrofobiaA fobia é uma forma de distúrbio de ansiedade no qual um indivíduo sofre muito medo e sem sentido de algumas situações ou objetos. Pessoas que apresentam problemas relacionados à ansiedade tem uma grande pré-disponibilidade de desenvolver uma fobia. Um dos tipos de fobia mais comuns é a claustrofobia, no qual o indivíduo sente um medo profundo de permanecer em ambientes fechados, podendo ter um ataque de pânico dentro de elevadores, aviões, salas lotadas ou áreas restritas.
Sintomas da Claustrofobia: Quando uma pessoa tem claustrofobia, ela pode apresentar alguns sintomas específicos durante um ataque de ansiedade em um ambiente restrito. Sintomas físicos: Sudorese elevada, frequência cardíaca aumentada, hiperventilação, falta de ar, frivolidade, náuseas (enjoo), desmaio, pavor do dano ou doença real, tremedeira, sensação de asfixia, ondas de calor ou calafrios, dor ou sensação de aperto no peito, dor de cabeça, tontura, sensação de desmaio, boca ressecada, zumbido no ouvido, desorientação ou confusão, vontade de ir ao banheiro e formigamento ou dormência dos membros do corpo. Sintomas psicológicos: medo de desmaiar, perder o controle e de morrer e pavor intenso.

Sim, meus amores, acho que já todos ouvimos falar disto. Uma fobia a espaços pequenos, resumindo, e provocada por algum trauma, geralmente. Eu não sei, não tenho certeza qual foi o trauma que tive para me tornar claustrofóbica, possivelmente a cena deste filme que passou de madrugada e, como inocente que nem sabia ler, viu.
Descobri que sofria disto quando em conversa com um pessoa lhe descrevi que ficava em pânico ao ver ginastas de circo a encolherem-se numa caixa minúscula (imagem do inferno). Não gostam de mim e querem se ver livres de mim, basta colocarem-me nestes tubos aquáticos, a sério, só de ver a falta de espaço já me faz passar mal, e aquelas cenas de filmes de ação totalmente irrealistas em que os bons da fita andam nas condutas de ar?
Refletindo bem, no meio de tanta cena de ação presenciada na minha vida enquanto criança, torna-se difícil saber qual delas me traumatizou.
Um elevador espaçoso não me assusta, mas aqueles elevadorezinhos de prédio em que apenas cabe duas pessoas bem espremidas, bem, aí é outra coisa. Juro que essa experiência com o tal elevador foi péssima, quantas cenas paranóicas me passaram em cabeça. Sabem que mais esta puta fobia provoca? Medo daqueles solários/câmaras de bronzeamento, prefiro gastar o meu tempo a assar o couro durante uma hora ou duas por dia. O hotel cápsula do Japão e tudo mais que tenha a ver com um espaço confinado. 

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

642 Coisas Sobre As Quais Escrever 01. Aparência física



01. Descreva a sua aparência física (na terceira pessoa), como se você fosse uma personagem de livro.

"Que linda esta garota! Qual garota? Esta aqui. Ah, esta...", foi a minha primeira reação à cerca dela. O que ela tinha demais? Vamos repensar.
Ela é jovem, à volta de dezoito anos, não é muito alta, mas também não muito baixa. O seu corpo aparenta algumas curvas bem traçadas e uma pele não muito clara nem muito bronzeada. A sua postura é direita, gosto disso...
Ela tem cabelo comprido, castanho escuro quase preto e meio ondulado, mas ela parece não gostar dele, não gostar dele no seu comprimento, textura ou cor, já que ele parece andar sempre preso num coque ou rabo de cavalo. A sua franja teima em cair nos olhos e ela tenta a todo custo afastá-la.
A sua cara é redonda, bem rechonchuda com covinhas e alguns sinais que ela detesta e tentar suavizar com maquilhagem. Os seus lábios perfeitamente normais, as suas pestanas longas e cheias, as suas sobrancelhas bem desenhadas que completam o seu rosto com uns olhos pequenos verde e castanhos no seu centro.
Ela não parecia se importar muito que alguém a olhasse, exceto se fosse por mais de quatro segundos permanentes, ficava inquieta como se procurasse compor o que estava mal nela. Eu fiz a experiência. Passava as suas mãos pelo rosto e braços, não fazia contacto visual por mais de dois segundos, reparei. Era visível uma cicatriz na diagonal perto da mão, como outras.
Numa ou outra coisa eu pude reparar, tinha a sua pele bem cuidada, livre de grandes espinhas estouradas ou de pontos negros gigantescos, o seu sorriso naturalmente alinhado e branco, as suas sobrancelhas em dia tal como a sua depilação (mesmo que o contrário se verificasse, ela seria completamente normal e cuidada) e as suas unhas compridas (provavelmente, por gosto e não pressão social) bem cuidadas, exatamente como os seus pés. Porém, tudo isto se torna visível aos olhos de um observador cuidadoso. Ela sorria imenso sem quê nem porquê, seria isso bom?

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Curiosidades sobre “ESESNCATL”



           Hey, sweeties! Como vão? Não me dêem um chute nos dentes nem me espanquem por publicar ultimamente mais sobre a categoria Fanfic. Faz até sentido de publicar sobre Fanfic, já que eu devo muuuuitas explicações sobre “ESESNCATL” e "A Better Man".
Tem algumas coisas sobre “ESESNCATL” que eu nunca referi nem contei a ninguém, coisas sobre a minha primeira fanfic de originais.
Vamos conferir?

 O plano traçado neste post, com a programação certinha, nem sempre foi assim. A programação inicial era a seguinte:
01º We meet us? – Adam e Kimberly conhecem numa discoteca;
02º What? Please, repeat!! – Kelly revela que irá viajar e Kimberly terá de ficar;
03º I hate you – Rolam algumas confusões entre Kimberly e Adam;
04º Do you want a partner? – Adam oferece-se como parceiro de baile de Kimberly que dançava sozinha;
05º You again? No! – Kimberly e Adam chateiam-se. Stacy (melhor amiga de Kimberly) surpreende-os em casa de Adam;
06º You are perfect to me! – Adam e Kimberly fazem amor;
07º Secretly, love you! – Adam e Kimberly começam um namoro às escondidas;
08º You will be daddy – Kimberly conta a Adam que está grávida;
09º Let me down – Adam reage mal à notícia;
10º This is our little angel – Depois de meses, Kimberly dá à luz;
11º I think… I think wanna marry you. – Seis anos depois casam-se e têm outro filho.

Obs.: Stacy era viciada em drogas, o mundo das drogas foi-lhe apresentado pelo seu namorado Bryan. Depois de algum incentivo, por parte de Kimberly, ela denuncia Bryan e livra-se das drogas. 
(Se repararmos, alguns dos nomes dos capítulos tem erros, devido à pressa em escrever para não esquecer todas as ideias a apontar. Não me julguem que bem sei que há aqui algumas pessoas com o mesmo problema 👀)

Para quem não reparou, inicialmente seriam onze capítulos;
→ Millena seria inicialmente Stacy, a melhor amiga com um passado nas drogas e um ex-namorado abusivo;
→ Kimberly levaria um encontrão na discoteca e cairia acidentalmente no colo de Adam que estava sentado num sofá;
A primeira fanfic foi à base de um "cliché" adolescente pelo meu próprio medo de arriscar numa história muito cheia de drama ou espalhafatosa;
→ A ideia de criar uma fanfic de originais surgiu num tipo de palestra sobre um autor português, António Lobo Antunes, na biblioteca da minha escolar no 7º ano;
Ao decorrer da fanfic, ou seja enquanto a escrevia, outros rumos e possíveis finais foram imaginados. Embora tenham sido excluídos de “ESESNCATL” foram aproveitados para outras fanfics, tais como as indicadas neste post e outras que não foram divulgadas;
→ Os nomes Adam e Kimberly continuarão, muito provavelmente, em todas as fanfics seguintes. A razão da permanência dos nomes é: 1º Adoro os nomes e como eles são bem juntos e 2º As seguintes fanfics funcionam como partes da história de “ESESNCATL” que não foi aproveitada.
→ Os capítulos de grande parte das fanfics terão uma música para ser ouvida, para passar mais a emoção da cena.
 A grande maioria de fanfics não passará dos 20 capítulos, como leitora sei como é cansativo e massante acompanhar uma história longa e cheia de capítulos de encher linguiça.

Foi tudo, meus amores. Não eram assim taaaantas curiosidades, mas acho que já foi bom para vos acalmar a curiosidade, mas se quiserem perguntar algo, estejam à vontade. Pretendo fazer o mesmo sobre a fanfic "A Better Man", e volto a repetir, porque é outra das fanfics deste blog, mas se quiserem, posso fazer sobre as outras. Apenas se houver pedidos, claro!


Beijinhos, sweeties ♡ 😘 

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Oh My God



And now I’m fine
I’m drinking much
Two or three in a row
How could I sleep with all your demons?
You’re hauting since when we haven’t met yet
I said I’m fine

My run is fast, but yours
Yours is faster than everyone
You never showed me, you never left me enter into your life

Oh my, oh my, oh my god
Now is time
It’s time to move on
Let me and free me from you
My tears are first
Look now

I’m drinking again and there aren’t no cigarretes
Your smoke is the same
The papers are flying, I can feel the cuts
Oh my, oh my, oh my God
This hurts like shit

Oh my, oh my, oh my god
Now is time
It’s time to move on
Let me and free me from you
My tears are first
Look now

How could I go away?
If I know I never will meet you
You shooted me down
Now I’m on the ground praying to the Lord
My tears are dry

I’m drinking again and there aren’t no cigarretes
Your smoke is the same
The papers are flying, I can feel the cuts
Oh my, oh my, oh my God

This hurts like shit

sábado, 8 de julho de 2017

Diferenças Notórias Na Minha Escrita Ao Fim de Quatro Anos



Hey, sweets. Como estão? Como objetivo para este ano, estipulei que escreveria mais vezes no meu cantinho com quase quatro anos, e olhem, parece que estou a conseguir. Não me lembro bem ao certo se, na última postagem, eu referi que iria escrever sobre as minhas mudanças na minha escrita ao fim de quatro anos.
Sabem de onde veio esta ideia? Bem, em abril (+/-) decidi deixar a preguiça de lado e revisar todas as minhas fanfics, as minhas cinco fanfics: duas em andamento, uma em hiatus e duas, também, já acabadas.
Comecei a escrever fanfics por causa de um casal, pelo qual estava VICIADÍSSIMA! Era o casal Jemi, sabem? A fanfic que me despertou a vontade de começar a escrever as minhas próprias histórias foi de uma garota chamada Jamille Dórea (tentei procurar o blog, mas não encontrei). Só que desisti ao fim de um ano e pouco/ dois anos, porque o casal já se tinha separado em 2010 (lembrando que eu comecei a escrever em 2013, sou dessas mesmo, me julgue). A minha primeira fanfic foi escrita no blog Stay Strong. Que vergonha! Eu nunca senti tanta vergonha ao ler e revisar aquela joça, a coragem que tive de ganhar! Já tinha planeado revisar uma ou duas vezes, mas só de me lembrar da tragédia que seria... Enfim, consegui, mas foi traumatizante. A segunda fanfic lá postada está em hiatus até hoje, (que lindo, hãn?) mas tenho pena dessa fanfic. A segunda fanfic foi (uma tentativa de) escrita por mim mais tarde, já era mais "madura", foi planeada mais conscientemente, com um trajeto mais fiél, uma história melhor estruturada. Que me dizem de a trazer para aqui?
A terceira fanfic que escrevi, ainda está em andamento, foi uma Lesbian4Demi, porque bem, é diferente e eu gosto dessas histórias lésbicas, sim! Só está em andamento até hoje, por falta de tempo e animo, mas agora vai, minha gente! Tenho outras ideias para fanfics, também. Se quiserem ler, a fanfic está sediada no Queen Demi Lovato.
A quarta e quinta fanfic está aqui, no Auge, fanfics de originais, que além de terem sido por influência de uma palestra sobre António Lobo Antunes, foi também por esta fanfic de originais maravilhosa ♡ Eu Sempre Serei Sua
A fanfic que mais notei diferenças foi na "Eu Amo Odiar-te", fanfic do blog Stay Strong e, exatamente, a primeira que escrevi em 2013 com onze para doze anos. Traumatizante revisá-la, nada a ver com o que escrevo hoje em dia. Como o meu T.O.C. não perde oportunidade de fazer uma lista, decidi compartilhá-la com vocês  

✓ Começo por pensar no tema geral, como já o fazia, e desenvolvo a história. Gosto de sintetizar o que vai acontecer em cada capítulo (e a música ou frase que vou usar nesse capítulo), como exemplo nesta imagem;

✓ Utilizo sempre o parágrafo certinho quando início um novo parágrafo;

Estabeleci um tipo de letra. Arial no tamanho 12 para o capítulo no geral. Para flashbacks, pensamentos ou telefonemas uso o tipo Times no tamanho 14 a itálico. Algumas frases ou palavras que quero dar enfâse uso itálico, enquanto o negrito é usado para destacar a indicação do tempo ou o nome do capítulo.

✓ No discurso direto, utilizo o nome ou o sobrenome da personagem, não o nome pela qual é chamada pelos outros personagens;

Escrevo capítulos maiores, evitando abreviações ou narrativas curtas e desnecessárias;

✓ Amadurecimento na escrita e estrutura das histórias;

✓ Sem POVs, na grande parte;

✓ Narrador omnisciente como preferência;

✓ Faço a ficha genérica das personagens para que possa fazer a sua apresentação, apresento apenas o necessário ao leitor, os detalhes e pormenores ficam comigo. Sigo como exemplo (quando comecei a usar este "método" utilizava uma ficha genérica do blog Eus2Escrever, mas que já não se encontra disponível no blog, que devo ter num outro PC)este, este e este, por exemplo ;

Nada de "Você", no discurso informal, tudo "Tu", temos que aceitar que sou portuguesa, não brasileira. My bad, sorry!;

✓ Todos os capítulos nos blogs Stay Strong e Queen Demi Lovato tiverem a marca de ✓ estão revisados, corrigidos e atualizados;

✓ Para marcar o tempo e espaço correto da ação utilizo o método de dia, hora, lugar, localização, porém em inglês, ficando day, time a.m./p.m. place, location, claro a negrito. Porquê a inglês? Boa pergunta! Nem eu sei...

Fui tudo, meus amores. Pretendo fazer mais detalhadamente sobre a fanfic "E Se Eu Sentasse Na Cadeira Ao Teu Lado?" e sobre a fanfic "A Better Man", porque são as fanfics deste blog, mas se quiserem, posso fazer sobre as outras. Só farei sobre as outras fanfics se alguém pedir nos comentários, o que me dificulta, já que nenhum dos vinte e oito seguidores comenta, isso acaba por se tornar chato 🙁.

Beijinhos, sweeties 😘
© Apenas Uma Garota Estranha - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Claire Hampton.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo